Um gigante nos céus brasileiros…

 

Demorou um pouco, mas agora temos um grande visitante diário no céu (e na terra) do Brasil. Sim, o Airbus A380 – o maior avião comercial em uso (e já criado) – agora voa todos os dias entre Dubai e Guarulhos. Este voo é operado pela Emirates (a maior operadora de A380 do mundo com 67 aeronaves deste modelo e pedido de compra para mais 140!).

Estou escrevendo para passar algumas informações e curiosidades sobre este modelo de aeronave. Já tive oportunidade de voar neste modelo e ele se comporta de uma forma extremamente dócil. Sua manobrabilidade é muito parecida com a de um A320 (temos muitos na TAM, Avianca e agora, na Azul também). Dizem os pilotos que a única diferença é a inércia (percebida, principalmente, na desaceleração). Como se fosse um transatlântico manobrando como uma balsa Rio-Niterói.

Bom, vamos a alguns fatos… Utilizei algumas comparações para dar uma ideia do número.

Na sua pintura, são utilizados 3.600 litros de tinta (Michelângelo poderia pintar umas 97 Capelas Sistinas). O exterior da aeronave tem 3.100 metros quadrados. Ele tem 72.7 metros de comprimento (ou duas baleias azuis enfileiradas). Do solo até a ponta do seu leme, temos 24.1 metros (ou um prédio de 10 andares ou 5 girafas adultas uma em cima da outra – não me perguntem como elas teriam que se equilibrar, mas seria bacana de ver). Da ponta de uma asa a outra, são 80 metros (ou o equivalente a 2 vezes a distância que os irmãos Wright voaram na primeira vez – quando disseram que inventaram o avião). O A380 pode pesar até 580 toneladas (ou 165 elefantes ou 19 caminhões de cimento cheios). Por ser muito largo e ter 4 motores, para taxi e reverso (durante o pouso) são utilizadas apenas os motores mais centrais pois os motores mais externos podem fazer com que grama, areia, pedras, etc. pudessem ser arremessadas contra a aeronave ou sobre as pistas de taxiamento e/ou pouso. A área útil interna das suas cabines (a de cima e a de baixo) é de 550 metros quadrados. Se fossem enfileirados todos os cabos que são utilizados neste modelo, somariam 532 Km! Na sua configuração com primeira classe, executiva e econômica, um A380 carrega cerca de 525 pessoas (pode variar de empresa aére para empresa aérea, já que um avião é como um lego – cada um monta do jeito que quer). Na configuração toda classe econômica, cabem 853 passageiros. Em testes de homologação, os 853 passageiros e os 20 tripulantes, que são necessários para atender todo mundo, foram evacuados em 78 segundos com 8 das 16 saídas de emergência obstruídas!

Em termos de consumo de combustível, a maioria das pessoas deve pensar que suas 4 turbinas devem gastar “um horror” e que ele polui o meio ambiente de forma catastrófica. Na verdade, ele é muito econômico. Um A380 faz, em média, 24.69Km/l por passageiro. Um Toyota Prius (um modelo híbrido e muito econômico), faz 21,27Km/l. Em voo, o avião produz 75g de CO2 por passageiro (ou metade do exigido pela União Européia para carros produzidos em 2008). O projeto deste modelo de aeronave foi feito pensando em eficiência (afinal, quem compraria um avião deste tamanho que gastasse muito? Bom, talvez aqueles que compram um Humer H2…). Tanto que o projeto iniciou no final da década de 80 e seu primeiro voo foi em 2005!

Com todo seu tamanho e espaço útil, as companhias aéreas inovaram em qualidade de serviço. A primeira classe possui suítes para 2 pessoas. O banheiro tem ducha (por razões de peso, cada passageiro da primeira classe pode tomar um banho de até 5 minutos de água correndo). No deck superior, há um bar completo (inclusive os assentos do bar são equipados com cintos de segurança para o caso de uma turbulência (sem que os passageiros precisem retornar aos seus lugares). Há uma configuração onde existe um free shop dentro da aeronave!

A menor rota operada por este gigante é um voo entre Dubai e Doha com apenas 379 Km! A maior é Dubai – Auckland (Nova Zelândia) com 14.203 Km.

Tenham todos bons voos!

 

Advertisements